Kap Hörne

Kap Hörne - Alemanha

O dia de hoje foi tramado!

Começou bem, com o céu azul, embora ainda antes do Sol nascer, e depois foi carregando de cinzento à medida que o percurso ia decorrendo….nada de novo, portanto! Grave mesmo foi a força do vento, que teima em soprar para norte, ou seja, em sentido  contrário a grande parte do percurso que prossigo.

Não encontrei nada de muito distintivo hoje. Alguma gente simpática, e, em Bremerhaven a coincidência de em menos de 20 minutos encontrar dois portugueses!! 🙂 O primeiro identificou a bandeira no atrelado e aproximou-se quando um jovem alemão se manifestava renitente em esforçar-se para falar e perceber inglês e, com a ajuda do mapa, me mostrar o caminho para apanhar o ferry que me levaria ao troço final do trajecto de hoje, o Cabo Horne. Claro que, em duas penadas, o nosso compatriota deu-me as orientações principais, depois complementadas num semáforo encarnado, por uma senhora alemã que, de bicicleta, (nos seus sessentas…), iria para casa, e que me explicou o resto. Quase a chegar, pergunto a um local para confirmar se estou na direcção correcta, e da janela de um prédio vizinho, um estucador, português, que viu a bandeira, dá o toque final!! Estava a menos de um kilómetro do local, nums becos tortuosos que rápidamente se transpuseram! Não haja dúvidas de que “quem tem boca, vai a Roma!” 🙂

Mas falando de simpatias, devo dizer que fico com pior impressão dos alemães do que de todos os povos nórdicos com que tive contacto até agora. Mais frios, mais distantes, mais arrogantes, menos dispostos a ajudar. Com algumas simpáticas excepções, claro!

Avizinham-se dias dificeis, pelo vento e instabilidade do tempo, e também pelo percurso tortuoso e comprido das próximas etapas, mas sobretudo receio o vento, agora que a Holanda se avizinha. O que vier, se resolverá!

Amanhã, bye bye Deutschland…(quatro dias volvidos, e eis que a Holanda chega)! A primeira etapa, Nieuweschans, será mesmo junto à fronteira. Com um percurso de mais de 100 km, que só posso iniciar pelas 10h30 da manhã, conto chegar bem tarde! Lá para a noitinha. Mas, como levo dois dias de avanço relativamente ao plano, por ter dispensado dois dias de descanso – uma vez que o tempo estava ruim, não me apetecia ficar a secar um dia inteiro numa tenda- se tiver que parar agora, não há problema 😉

Abraços,

João

Anúncios
Esta entrada foi publicada em A caminho. ligação permanente.

11 respostas a Kap Hörne

  1. Pedro diz:

    Entre a genuina admiração e a inveja, continuamos a seguir-te… Boa viagem e evita as tentações pecaminosas e decadentes de Amesterdão ehehe

  2. Tem piada, quando fui a Alemanha com os meus pais e irmão, gostámos muito e foi tudo muito simpático! Sendo um país tão grande, deve depender muito das zonas (pelo menos foi isso que os nossos amigos que nos acolheram nos disseram!)…
    Boa sorte para ver se não tens mais avarias, e força! Está a ser bem fixe ver o blog diariamente e poder ver as fotos dos sítios por onde passas 😀

  3. Ana Paula Vergamota diz:

    Boa viagem e muita força…

  4. Boa sorte e boa chegada à Holanda!

    Tem sido muito interessante seguir os seus relatos e suas descrições fantásticas das aventuras e das pessoas que encontra nesta sua aventura.

  5. Carlos Miguel Oliveira diz:

    Se lá vires a Angela Merkel, manda-a á me…a da minha parte. A Holanda será melhor concerteza.

  6. Tiago Esgalhado diz:

    à parte o vento, acho que na Holanda só pode correr melhor que na Alemanha. Os holandeses são normalmente mais simpáticos e abertos que os alemães. e é sempre plano…

    continuação de boa viagem. Diverte-te.

  7. André diz:

    Olá tio ciclista. Tenho visto o blogue e acho piada às fotos olho de peixe. boa viagem.

  8. Pedro Farromba diz:

    Força nisso, a força de vontade e a determinação vencem fronteiras
    Entre os colegas temos comentado varias vezes o calo que já deve ter ganho, lol

    grande abraço

  9. Continuação de boa viagem. Por cá também está uma ventosga do caraças.
    Henrique Samagaio
    VagosOnline

  10. tuxa soares diz:

    Olá João!!!
    Continuo com imensa admiração a seguir esta tua fantástica viagem….
    Hoje um pouquinho menos animado, mas se te faz feliz aqui em Lisboa também está um vento
    terrivél, e pode-se mm dizer q na vez de um andam dois diabos à solta…:)
    Boas pedaladas e beijinhos!

  11. Força, se o dia de hoje correu mal, o de amanhã certamente correrá melhor. Continuação de boa viagem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s